24 de maio de 2023, 10:52

Cães do Corpo de Bombeiros auxiliam na recuperação de crianças em hospital de Aracaju


Publicada em 14/09/2022

O sorriso no rosto dos pequenos no Hospital da Criança, em Aracaju, não deixa dúvidas de que a presença dos cães do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe (CBMSE) atingiu o objetivo: auxiliar na recuperação. A visita dos cães acompanhados por bombeiros é fruto de uma parceria entre o CBMSE e a unidade de saúde, que teve início na tarde desta terça-feira (13).

“A cinoterapia se baseia na utilização dos cães para auxiliar no tratamento. O sorriso no rosto das crianças já mostra que atingimos nosso objetivo de servir à sociedade também dessa forma, trazendo bem-estar para essas crianças que estão hospitalizadas. Levamos dois cães, Jolie e Zumbi, que têm perfis diferentes para atuar tanto com aquelas crianças que precisam ficar no leito, quanto com aquelas que precisam ser estimuladas a se movimentar”, afirmou o bombeiro do Serviço de Busca Resgate e Salvamento com Cães (SBRESC) do CBMSE Tiago Garcia.

A superintendente do Hospital da Criança, Catharina Costa, explicou que o objetivo é desenvolver estratégias de humanização no tratamento. “Nós buscamos a Terapia Assistida por Animais e pensamos no cães do Corpo de Bombeiros por já serem treinados e pelo controle com a saúde, já que estamos trabalhando com crianças num ambiente hospitalar. Fizemos o contato com o comando da corporação, que imediatamente se colocou à disposição”, contou.

Ela relata que foi possível observar resultados já na primeira visita. “Já percebemos que essa estratégia gerou uma maior aceitação de mediações e procedimentos. Todos se envolveram: crianças, familiares e a equipe de saúde. O difícil foi encerrar a visita, porque as crianças não queriam que os cães fossem embora”, disse a superintendente.

Glabson Mendonça, pai de Beatriz, de 11 anos, aprovou a iniciativa. “A criança sai do leito, dá aquela animada e ajuda na melhora”, falou. As visitas estão previstas para acontecer a cada 15 dias, às terças-feiras, no período da tarde. Além da atuação em resgate de vítimas, os cães e bombeiros do SBRESC já atuam na atividade de Educação Assistida por Animais (EAA) na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Fotos: Fabiano Fernandes

Por Ascom/CBMSE