10 de maio de 2023, 10:42

CORPO DE BOMBEIROS PARTICIPA DE SIMULADO NO BAIRRO MANUEL PRETO


Publicado em 07/05/2012

O Corpo de Bombeiros participou, neste sábado, dia 05, de Simulado de Preparação para Desastres (SPD) promovido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) através dos órgãos de Defesa Civil Estadual e Municipal de Aracaju. Desta vez, o evento aconteceu no Bairro Manuel Preto e contou também com o apoio logístico e técnico de diversos outros órgãos de segurança.

O evento fez parte de um Plano de Ações da Defesa Civil com o objetivo de preparar os agentes de Segurança Pública para o período chuvoso, aperfeiçoando estratégias operacionais de controle e gerenciamento de crise para uma possível situação real de catástrofe, além de conciliar as diversas ações de respostas desenvolvidas pelos agentes.

O exercício aconteceu simultaneamente em todo o Nordeste. Em Sergipe, a operação foi realizada na Capital, no bairro Manuel Preto, na estrada do Engenho Novo, às 15h00min e envolveu, além do Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, SMTT, SAMU, SEMASC, Guarda Municipal e sociedades civis organizadas. Todos juntos, desenvolvendo coordenadamente suas ações num cenário de Colapso Estrutural onde simulado o resgate de quatorze vítimas.

Para o coordenador Municipal da Defesa Civil, Nicanor Moura Neto, é fundamental esse tipo de treinamento porque a comunidade já começa a interagir e os Órgãos afinam entre si, suas respectivas ações somando forças junto à Defesa Civil Nacional a fim de assegurar uma resposta eficiente a situações dessa natureza. O coordenador disse ainda que o bairro Manuel Preto foi escolhido para o cenário por ser um ponto de bastante fragilidade da capital sergipana. Em 2010, a área foi fortemente afetada pelas chuvas devido ao grande número de edificações existente a beira de encostas.

O objetivo da ação é aumentar o grau de percepção de risco das pessoas e consolidar procedimentos e conteúdos para a criação de um sistema permanente de monitoramento, alerta e alarme, concluiu.

Além da satisfação dos Órgãos envolvidos no resultado do evento, a população local interagiu e demonstrou contentamento com o exercício, assumindo o seu papel como agente tanto de prevenção como de resposta em situação de emergência.

Para a senhora Débora, moradora do local já há dez anos, é de grande importância a preparação dos Órgãos de resposta e da comunidade para uma possível situação real. O que aconteceu em 2010 foi muito triste para todos nós da comunidade. Nos sentimos impotentes, como desarmados diante do inimigo. Estávamos despreparados e não sabíamos o que fazer vendo nossas casas destruídas e nossas famílias desabrigadas, foi horrível, concluiu Débora.

Para o senhor Luiz, morador do bairro, o evento veio mostrar que a comunidade deve ter consciência do perigo e que o Governo não está indiferente à situação. Por se tratar de uma área perigosa, é preciso a participação de todos como agentes responsáveis pela segurança, para que cada um saiba se prevenir e se defender numa situação de desastre.

Participaram do exercício, 26 militares do Corpo de Bombeiros, cujas ações foram coordenadas pela Diretoria de Operações do CBMSE, que empregou equipes especializadas em Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas, equipes de combate e salvamento além do canil/CBMSE que, através de cães farejadores fizeram a busca às vítimas que se encontravam debaixo dos escombros.

Para o coronel Roberto Wagner, diretor de operações do CBMSE, o evento é de grande importância para a corporação uma vez que exercícios como este promovem o aperfeiçoamento técnico-profissional dos militares, além de poder avaliar o que houve de certo e de errado nas ações desenvolvidas para possíveis correções. A interação entre os Órgãos é de suma importância para o sucesso das ações de segurança desenvolvidas numa situação como esta. Este simulado teve também esta finalidade: conciliar as ações de resposta dos diversos Órgãos de Segurança Pública, concluiu o coronel.