10 de maio de 2023, 10:27

Governo investe mais de R$ 190 mil na recuperação de auto escada mecânica


Publicado em 30/08/2011

O Governo do Estado, através do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), prossegue com o processo de renovação e revitalização da frota de veículos operacionais utilizada pelos “soldados do fogo”. O último investimento diz respeito a desmontagem e consequentemente montagem da auto escada mecância, representando um investimento na ordem de R$ 198.600,00.

O veículo, utilizado em operações de combate a incêndio e resgate de vítimas em eificações, foi encaminhado para a cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul, onde está sediada a fábrica Mitrem responsável pela fabricação do equipamento. Após sete meses, a viatura foi completamente desmontada, sendo feito reparos e troca de componentes desgastados por novos. A pintura do veículo também foi completamente revitalizada.

“Esse equipamento, que é um suporte importante para o trabalho desenvolvido pelos bombeiros em ações realizadas em edificações, foi completamente revitalizado na fábrica onde foi montado. Esta iniciativa é muito importante por se tratar de um veículo com um certo uso. A parte operacional da viatura foi  totalmente trocada e proporcionará mais segurança para o nosso efetivo”, comentou o comandante Nailson Santos.

 

Mais investimento

O Corpo de Bombeiros de Sergipe está para receber, ainda, mais uma viatura utilizada para atuações de combate a incêndio e resgate de vítimas em altura. O Governo de Sergipe, através do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SE), adquiriu uma plataforma aérea com alcance de 54 metros. O equipamento é importado e esta sendo montado na Finlândia. A previsão de chegda do veiculo em Sergipe é para o final de dezembro deste ano.

Foram investidos cerca de R$ 2.700.000,00 na aquisição do novo veículo operacional. “Essa plataforma representa mais um meio de apoio às operações em altura. Apesar de quanto mais alto mais seguro os edifícios, esses dois veículos permitem o combate à incêndio e a abordagem de vítimas, facilitando o acesso dos bombeiros”, finalizou o coronel Nailson.