16 de maio de 2023, 11:27

Grupo de jovens evangélicos conhecem atividades realizadas pelos bombeiros


Publicado em 24/05/2018

Na manhã desta quinta-feira (24) o quartel central do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), localizado na Rua Siriri, no Centro de Aracaju, recebeu a visita de um grupo formado por jovens participantes do Projeto Unir Forças, da Força Jovem Universal (FJU), idealizado pela Igreja Universal do Reino de Deus.

Durante a visita os jovens tiveram a oportunidade de ver de perto como trabalham as equipes do Corpo de Bombeiros. Os profissionais do CBMSE demonstraram como são utilizados vários equipamentos durante o atendimento das ocorrências, além fazerem demonstrações práticas sobre várias técnicas de resgate e salvamento, dicas de prevenção a incêndios e acidentes domésticos.

Os jovens visitantes puderam interagir com as equipes de plantão, conhecendo tanto os materiais operacionais da corporação, como também as viaturas utilizadas nas diversas ações desenvolvidas pelo Corpo de Bombeiros.

De acordo com Kelly Regina, coordenadora do projeto em Sergipe, a ideia da visita ao quartel dos bombeiros militares surgiu a partir do objetivo do projeto de desenvolver ações sociais com esses jovens.

“O objetivo dessa visita é fazer com que os jovens tenham uma vivência maior com o Corpo de Bombeiros, até porque o nosso projeto também ajuda à comunidade em situações de desastre, levando alimentos às pessoas carentes, nos hospitais e asilos. Com essa visita vamos adquirir um conhecimento maior e poderemos oferecer um suporte melhor aos nossos assistidos”, explica a coordenadora do projeto.

Ainda de acordo com Kelly, outro fator que contribui para a realização da visita ao quartel foi o fato de uma boa parte desses jovens demonstrarem interesse em trabalhar como bombeiro militar.

“Além desse desejo dos jovens em trabalhar na corporação há também a parte espiritual do projeto, em que levamos a palavra de Deus, e a parte física, fazendo com que os jovens tenham amor pela sociedade, amor pelas pessoas. Este é o grande objetivo do nosso projeto”, finalizou a coordenadora.