9 de maio de 2023, 11:48

IGPM visita comando do Corpo de Bombeiros


Publicado em 25/11/2009

Na tarde desta quarta (25), uma comitiva da Inspetoria Geral das Polícias e Corpo de Bombeiros Militares (IGPM/CBM) visitou o Quartel do Comando do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe, que fica na rua Siriri, no Centro da Capital. A visita de cortesia é parte de uma série de ações planejadas pelo Comando de Operações Terrestres que têm como objetivo aproximar o Exército Brasileiro das Forças Singulares em todo o país.

Aproveitando a visita, o Coronel Nailson Santos, Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, expôs aos integrantes da comitiva uma síntese das atividades e a estrutura da Corporação, perpassando por uma apresentação de equipamentos utilizados no salvamento diariamente.

Reciprocamente, o Coronel Fernando José Lavaquial Sandenberg, Subinspetor da IGPM, também apresentou aos oficiais da corporação as atividades desenvolvidas pelo Exército Brasileiro que têm relação direta com as atividades de segurança pública, portanto, de comum interesse para as Polícias e Corpos de Bombeiros Militares.

Sardenberg ainda colocou à disposição do Corpo de Bombeiros sergipano uma série de cursos para oficiais e praças, citando como exemplo o curso de educação física da EsEFEx (Escola de Educação Física do Exército), no Rio de Janeiro.

“A IGPM quer estabelecer uma relação mais próxima com as Instituições Militares dos Estados para que haja um intercâmbio de conhecimento, que será muito valioso tanto para o Exército quanto para as Polícias e Corpos de Bombeiros do Brasil”, declarou o Coronel Sardenberg durante sua explanação.

Curiosidade

A EsEFEx foi o berço da Educação Física no Brasil. Suas origens datam de 1919, quando um grupo de oficiais e cadetes da Escola Militar do Rio de Janeiro se propôs a promover a sistematização de exercícios físicos nos meios militar e civil.

A EsEFEx foi, então, criada em 10 de janeiro de 1922, anexa à Escola de Sargento de Infantaria, atual quartel do Regimento Escola de Infantaria, com o nome CENTRO MILITAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA.

Foram selecionados 10 Oficiais, 28 Sargentos e 20 professores públicos do então Distrito Federal (hoje município do Rio de Janeiro) para comporem a turma que se tornou A PRIMEIRA TURMA DE DIPLOMADOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA DO BRASIL.

Fonte: http://www.esefex.ensino.eb.br/