18 de maio de 2023, 10:23

4º Seminário de Segurança Contra Incêndio aborda temáticas para uma prevenção eficaz


Publicada em 03/07/2019

Na manhã desta quarta-feira (03), continuando a programação das atividades da Semana da Prevenção, foi realizado o 4º Seminário de Segurança Contra Incêndio, no Hotel Real Classic, localizado na orla de Atalaia, que contou com a presença de mais de 200 participantes. Promovido pelo Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o objetivo de orientar proprietários de estabelecimentos comerciais, estudantes e profissionais que atuam na área de combate a incêndio e pânico, sobre a importância das medidas de segurança a serem adotadas em edificações e locais de reunião de público.

O comandante-geral do CBMSE, coronel Gilfran Mateus, destaca a importância do seminário para a prevenção de sinistros. “A finalidade é mostrar para a sociedade que o bombeiro tem evoluído nas questões de prevenção e segurança. O seminário é especialmente para empresários que se encaixam no processo simplificado, que é aquele para empresas de risco baixo, e que muitas vezes tinha dificuldade de ser regularizado devido à necessidade do bombeiro fazer uma vistoria, uma análise bastante complexa. Hoje temos um processo muito simples, em que o empresário faz todo o andamento da ação via internet, por autodeclaração, e nós fazemos apenas uma vistoria de fiscalização em um momento posterior”, completa.

Marco Aurélio Pinheiro, diretor do Sebrae, comenta sobre o evento: “Esta é mais uma ação importante do Corpo de Bombeiros do estado sergipano, para poder levar mais conhecimento, mais oportunidades não só para bombeiros civis e militares, mas para técnicos em segurança no trabalho, para engenheiros e para o público em geral. É ainda imprescindível, pois falta na sociedade muita informação, e a ausência desse quesito faz com que nós tenhamos erros na matéria de segurança e prevenção a combate e incêndio. Nós, como representantes do Sebrae, apoiamos essa iniciativa, pois beneficia o micro e pequeno empresário que precisa desse conhecimento para deixar o seu negócio legalizado”, diz o diretor.

O Capitão André Melo, analista de projetos do CBMSE, que palestrou sobre o “Desafios das atividades de vistoria e análises do Corpo de Bombeiros”, destacou a relevância do evento. “Esse encontro foi de extrema importância, pois é onde empresários, profissionais e bombeiros falam uma mesma linguagem, no tocante à segurança contra incêndio e pânico, para que se entenda que todos nós estamos incluídos na mesma missão, que é preservar o bem maior, que é a vida e os bens da população”, frisa o capitão.

Dentre os assuntos abordados no evento, “O efeito das chamas em estruturas de concreto armado” foi mais um dos temas expostos, ministrado pelo engenheiro Leonardo Medina, professor universitário, especialista na ciência das Manifestações Patológicas e Diagnóstico das Construções e especialista em Estruturas de Concreto, Perícias de Engenharia e Ensaios não destrutivos em edificações. “É uma grande honra e um privilégio muito grande palestrar sobre o tema das questões do fogo, como ele repercute nas estruturas de concreto, alertando à corporação de quais atenções precisam ter no momento em que eles adentrarem nas edificações para poder apagar o incêndio. Contribuindo, então, para uma maior efetividade e de melhor preservação do profissional bombeiro no momento em que estiver atuando”, ressalta o engenheiro.

O capitão BM Filipe Santos, chefe da Divisão Administrativa da Diretoria de Atividades Técnicas (DAT/CBMSE), explica que a principal forma de prevenção é a saída de emergência. “A prevenção é um dos signos constitutivos daquilo que a gente conhece como modernidade e está em diversas áreas, e não é diferente na segurança pública. Nós, do Corpo de Bombeiros, quando falamos sobre prevenção, já pensamos no setor de atividades técnicas, projetos de incêndio e de segurança, justamente para se prevenir, garantindo o bem estar das pessoas e do patrimônio. Uma das medidas de prevenção que a gente observa, e que é uma das principais, é a saída de emergência, pois possibilita o fluxo eficaz das pessoas, ou seja, o indivíduo sair da edificação de uma maneira mais rápida”, diz.

Por: Flávia Barreto