10 de maio de 2023, 11:02

BALANÇO DE OCORRÊNCIAS ATENDIDAS PELO CORPO DE BOMBEIROS NO CARNAVAL 2013


Publicada em 13/02/2013

 

Saiu na manhã de hoje, dia 13, o balanço prévio da atuação do Corpo de Bombeiros durante os cinco dias de carnaval. A alta qualificação profissional do pessoal empregada, associada à intensa prevenção e as estratégias operacionais estabelecidas no Plano Operacional que antecedeu o evento, fizeram com que a festa acontecesse de forma tranqüila e segura. Mais de 100 bombeiros militares foram empregados diariamente em todo Estado a fim de oferecer suporte preventivo e segurança aos banhistas e foliões.

O balanço operacional do Grupamento Marítimo, atuante nas principais áreas de banho do litoral sergipano, mostra o sucesso da operação preventiva nessas áreas. Segundo o coronel Dórea, Coordenador Geral das ações preventivas no Carnaval/2013, o trabalho do CBMSE atingiu o nível esperado e surpreendeu em um aspecto. “A não ocorrência de casos de óbito relacionado ao carnaval nas áreas de atuação”. A prevenção deu certo porque cada militar cumpriu com eficiência sua missão”, pontuou.

Na região norte foram registrados cinco casos de crianças perdidas e um princípio de afogamento no município de Telha; dois princípios de afogamento em Pirambu e; um caso mal súbito e atendimento a acidente automobilístico na região de Neópolis.

No Sul do estado registrou-se cinco princípios de afogamento, um mal súbito, quatro crianças perdidas no Abaís e quatro princípios de afogamento além de um mal súbito em Caueira.

Um princípio de afogamento e um caso de mal súbito foram registrados na barragem do município de Lagarto que compõe o centro sul do Estado. A maior expressividade estatística porém, ocorreu na Capital do Estado. Dos sessenta casos de princípio de afogamento registrados, quatorze ocorreram no feriado de ontem, dia 12. O motivo foi a grande instabilidade do mar e o grande número de banhistas. Foram registrados também três afogamentos, três casos de queimadura por caravelas e quatro ocorrências de crianças perdidas. Todas atendidas com sucesso pela equipe de salvamento marítimo do CBMSE.

Já no Rasgadinho que aconteceu também na capital, o Corpo de Bombeiros atendeu quatro casos de mal súbito e uma incêndio em uma das barracas que, segundo informação teria sido ocasionado por um vazamento de GLP.

O resultado positivo na operação preventiva foi fruto do trabalho e comprometimento de cada bombeiro militar”, mencionou o coordenador das operações, coronel Dórea.