12 de maio de 2023, 08:57

Bombeiros aderem ao Novembro Azul e são orientados sobre câncer de próstata


Publicada em 19/11/2014

 

Engajado à Campanha Novembro Azul, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) promoveu, nesta quarta-feira (19), no quartel central, em Aracaju/SE, uma palestra com o médico urologista Jorge Prado, para conscientizar o efetivo masculino quanto à importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

O médico orientou os bombeiros a cuidarem melhor da saúde, desmistificando o exame de toque e encorajando os homens a irem a consultas de rotina e procurarem periodicamente um urologista, mesmo que não se tenha sintomas de dor. O palestrante ressaltou os fatores que podem aumentar os riscos de câncer de próstata e a importância de mudar o estilo de vida, de forma a incluir alimentação saudável e atividades físicas no cotidiano.

“Se detectado de forma precoce, o câncer de próstata tem cura. As chances de cura chegam a 95%. Acima dos 45 anos, o homem que tem histórico familiar da doença já entra na lista do grupo de risco e, após os 50 anos, a recomendação é ir ao urologista anualmente”, explicou Jorge Prado.

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer que mais mata homens no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pele. O Instituto Nacional de Câncer registra cerca de 13 mil mortes por câncer de próstata ao ano. Dados do Instituto Lado a Lado pela Vida, responsável pela mobilização nacional em torno do Novembro Azul, mostram que quase 50% dos homens brasileiros nunca foram ao urologista e a estimativa é de que, em 2015, sejam diagnosticados no Brasil 69 mil novos casos.

Além da palestra com o médico especialista, a programação da Campanha Novembro Azul no CBMSE, promovida em parceria com o Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), contou com sessões de massagem relaxante e uma palestra sobre Educação Financeira e Orçamento Familiar, que reuniu, na última terça-feira (18), os profissionais para discutir formas de controlar os gastos e organizar as finanças domésticas. O economista Rodrigo Dias Rosa aconselhou os bombeiros como gerenciar melhor suas dívidas, fator que interfere direta e indiretamente na saúde do homem, em seu nível de estresse, bem-estar e desempenho profissional.

Fonte: ASCOM/CBMSE