12 de maio de 2023, 09:16

Bombeiros atenderam cinco mil e seiscentas ocorrências em 2014


Publicado em 23/01/2015

De janeiro a dezembro de 2014, as equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe sediadas na Capital e no Interior sergipano atenderam 5600 (Cinco mil e seiscentas) ocorrências. A média mensal foi de 466,67 ocorrências, o que equivale a 15,34 atendimentos por dia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dentre as ocorrências com maior incidência em 2014, estão o Controle de Insetos com 17,16% (961 atendimentos), os Acidentes de Trânsitos com 12,27% (687), Incêndio em Vegetação 10,98% (615), Contenções de Pacientes Psicossociais 10,48% (587), Captura/Resgate de Animais com 10,30% (577) e Incêndio em Edificação com 9,30% (521 registros). Esses tipos de ocorrências representam 70,49% dos atendimentos realizados pela corporação no ano passado. Os outros 29,51% referem-se a ocorrências de vazamento de GLP(gás de cozinha), Busca, salvamento e resgate, Tentativas de Suicídio, Atendimento Pré-hospitalar, dentre outros registros.

Foram 1533 (mil quinhentas e trinta e três) ocorrências a menos em relação ao ano anterior. Os números representam uma queda de 21,49% se comparado com 2013 quando foram registradas 7133 (Sete mil cento e trinta e três) ocorrências atendidas pela corporação.

Em relação ao percentual de ocorrências atendidas por unidades  operacionais do CBMSE no ano passado, o 1º Grupamento de Bombeiros Militares (1º GBM), responsável pelo atendimento das ocorrências na Grande Aracaju e municípios do Litoral-norte do Estado registrou 50,25% das ocorrências solucionadas pelo Corpo de Bombeiros.

O relatório estatístico, baseado nos dados registrados pelas equipes do CBMSE que atuam junto ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP), representa uma importante ferramenta para análise da situação operacional do Corpo de Bombeiros e o planejamento estratégico visando otimizar os recursos materiais e humanos existentes objetivando uma melhor prestação de serviço à comunidade.

Fonte: ASCOM CBMSE