18 de maio de 2023, 10:24

Bombeiros resgatam vítimas de acidente aéreo em Estância


Publicado em 28/05/2019

No início da tarde desta segunda-feira (27), o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) foi acionado para um grave acidente aéreo que ocorreu na região do litoral sul sergipano, no povoado Porto do Mato, município de Estância. Foram três vítimas fatais, dentre elas, o cantor Gabriel Diniz, e os pilotos e diretores do Aeroclube de Alagoas, Linaldo Xavier e Abraão Farias.


O 2º tenente Jones Elvis, primeiro oficial do Corpo de Bombeiros a chegar no local da tragédia, falou sobre as adversidades para encontrar a aeronave e as vítimas. “Tivemos muita dificuldade para encontrar a aeronave, pois precisávamos caminhar por volta de 100 metros por dentro do mangue, com muitos obstáculos. Até mesmo quando conseguimos localizar, tivemos que fazer uma busca na área externa, caso alguma outra vítima tivesse sido lançada. Outro obstáculo que tivemos, foi que a aeronave estava submersa e aterrada no manguezal, de cabeça para baixo, e ainda tivemos uma grande preocupação com o vazamento do combustível. Depois de muito esforço, a guarnição conseguiu revirar a aeronave e começar o resgate,” fala.


O capitão Eduardo Moura, supervisor de operações do CBMSE, comenta sobre os desdobramentos da operação. “Fomos acionados pelos populares por volta das 12h30, e imediatamente a guarnição de Estância se deslocou para o local. Assim que chegaram, foram abordados pela população que informou sobre a área onde havia caído a aeronave, os populares direcionaram a guarnição até o local, que teve apoio também do Grupamento Tático Aéreo (GTA)”, diz.


Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informa que, segundo dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o avião estava em situação regular, com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até fevereiro de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até março de 2020.


O avião, de matrícula PT-KLO, da fabricante Piper Aircraft, era de propriedade do Aeroclube de Alagoas. Esse modelo é um monomotor com capacidade máxima de três passageiros mais o piloto, totalizando quatro assentos, porém só havia três ocupantes na aeronave no momento da tragédia.


As investigações sobre as causas do acidente estão sendo conduzidas pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), de Pernambuco (PE), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), do Comando da Aeronáutica.

“Devido o local de resgate ser de difícil acesso, dos três corpos encontrados na região do manguezal, dois foram retirados na prancha, e o outro foi necessário ser deslocado até às margens do rio, onde já estavam o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) , a Defesa Civil, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e a Polícia Militar de Sergipe (PMSE). Os corpos resgatados foram cobertos com manta térmica do Samu até a chegada do Institutro Médico Legal (IML) para fazer o reconhecimento das vítimas “, completa o capitão Moura.

Fonte vídeo: GTA

Por: Flávia Barreto