16 de maio de 2023, 11:12

Bombeiros são homenageados em solenidade de 1 ano do Projeto Salve


Publicado em 29/09/2017

Profissionais do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) foram homenageados na última quinta-feira (28), em Aracaju/SE, durante uma solenidade realizada em comemoração a um ano de lançamento oficial do Projeto ‘Salve – Corrente de Assistência à Vida’. Desde 1º de setembro de 2016, quando foi implementada, a iniciativa já capacitou 2,2 mil pessoas a identificar e iniciar os primeiros procedimentos em casos de parada cardiorrespiratória.

Ao todo, foram mais de 360 horas de trabalho dos voluntários das unidades parceiras. Além do CBMSE, participam do projeto o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Sociedade Médica de Sergipe (Somese) e a Cooperativa dos Anestesiologistas de Sergipe (Coopanest). De acordo com um dos homenageados e facilitadores do treinamento, tenente BM Valter Alves, o projeto é uma ação voluntária importante, pois ensina a população em geral como proceder até a chegada de uma equipe especializada de socorristas e da área de saúde.

“Tem sido muito bom participar do projeto, porque é uma coisa que a gente faz por amor e dedicação. Lidar com o público é uma coisa muito boa. Gosto de interagir com as pessoas na rua, principalmente com os leigos, que não conhecem e têm medo de fazer a manobra de ressuscitação cardiopulmonar. Após o treinamento, a gente percebe que a pessoa já tem outra visão do salvamento”, diz o tenente.

Durante os treinamentos, realizados normalmente em empresas e locais com grande aglomeração de público, as pessoas aprendem a realizar massagem cardíaca e a utilizar o desfibrilador automático externo (DEA). A ideia é que, em 2018, o projeto seja expandido para as escolas, com a adesão de novos voluntários engajados ao projeto.

Para o subcomandante do CBMSE e um dos homenageados do evento, coronel BM Gilvan Paixão, é uma honra à corporação participar do projeto. “O Salve tem o mesmo objetivo da nossa instituição, a preservação de vidas. Em casos de parada cardiorrespiratória, todos somos capazes de salvar vidas, de realizar um primeiro atendimento e proporcionar àquela vítima maior chance de se recuperar. Ontem, a Somese destacou a colaboração do Corpo de Bombeiros e nos entregou diplomas de participação. Agradeço ao tenente Valter e às sargentos BM Cristiane Santana e Márcia Machado, que abraçaram a causa voluntariamente e representaram muito bem a corporação”, ressalta o coronel.