16 de maio de 2023, 10:40

Bombeiros treinam atuação em ocorrências com produtos químicos


Publicado em 27/07/2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) realizou, na manhã desta quinta-feira (27), no Quartel do Comando Geral, em Aracaju/SE, um treinamento sobre intervenção em emergências com produtos químicos. A capitação, voltada aos alunos do Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (CHOA), contou com instruções teóricas e práticas. Em acidentes envolvendo produtos perigosos, os bombeiros atuam principalmente no resgate de possíveis vítimas da zona atingida pelo produto químico e na descontaminação das pessoas e equipamentos.

De acordo com o instrutor da capacitação, major BM Mário Bittencourt, a parte teórica é importante para fundamentar quais são os riscos químicos, em qualquer tipo de acidente, tanto em indústrias como em rodovias, enquanto que a aula prática mostra como devem ser usados os equipamentos de proteção, mostrando os riscos e dificuldades no uso da roupa de proteção química nível A, considerada a de maior nível de proteção da pele e do sistema respiratório.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Nós já atuamos em diversas ocorrências com amônia, por exemplo, como em fábricas de gelo, que utilizam esse produto químico. Como a amônia é um gás muito tóxico, precisamos ter todo um aparato para nos proteger, principalmente a parte respiratória. Por isso, usa-se essa roupa parecida com astronauta. É preciso também montar um aparato como este para descontaminar o máximo possível a vítima e entregá-la para uma equipe de saúde. Do mesmo modo, os bombeiros empregados na ocorrência também estarão contaminados e precisarão passar por uma descontaminação”, explica o major Bittencourt.

Para o aluno do CHOA, subtenente BM Jair Luís, o treinamento é de extrema importância para a formação do bombeiro. “São ocorrências dessa natureza que podem acontecer e devemos estar preparados a todo instante, como profissionais da área de resgate e salvamento. Por isso, precisamos de todas as informações, estratégias e técnicas para desenvolver o resgate e trazer a vítima com vida, além de fazer sua descontaminação”, afirma.


Site desenvolvido pela Emgetis com software livre - WordPress