12 de maio de 2023, 09:23

CBMSE alerta comerciantes para prevenção contra incêndio


Publicada em 08/04/2015

 

Depois do último incêndio de grande escala que aconteceu em uma loja de tecidos no Centro da cidade de Aracaju, no dia 29 de março, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe(CBMSE) se reuniu com a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL) e a Prefeitura Municipal com o objetivo de pensar em medidas preventivas para evitar que sinistros como esse aconteçam novamente. A última reunião aconteceu nessa terça-feira (07) e ficou definido que além de aumentar as vistorias nas edificações, o CBMSE também ficou responsável por elaborar uma cartilha com dicas de segurança e procedimentos necessários para que as empresas se regularizem.

Segundo o chefe do departamento de análise de projetos da Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) do CBMSE, Major Márcio José, o primeiro passo que deve ser dado pelos comerciantes é a regularização das empresas com o órgão. “Com esse procedimento feito, eles vão ter a vistoria do Corpo de Bombeiros, onde será estabelecido de acordo com a edificação, o que ela precisa ter de prevenção contra incêndio, como extintor, placas de saída de emergência, entre outros, para poder conseguir o alvará de abertura da empresa”, explicou.

 

 

 

 

Mas, a regulamentação é apenas o primeiro passo. O CBMSE alerta os comerciantes para a manutenção da rede elétrica interna dos estabelecimentos, principalmente os que se encontram localizados no Centro da capital, por serem prédios bastante antigos. “A principal causa de incêndios hoje em dia é por falha humana, mas, o número de incêndios causados pela falta de manutenção na rede elétrica também está crescendo. Por isso que nós queremos alertar os comerciantes para que eles realizem essa manutenção, que troquem a rede elétrica interna dos seus estabelecimentos”, destacou o major.

Segundo ele, os incêndios que ocorrem no Centro comercial, de grandes proporções, acontecem geralmente no final de semana. “Isso porque geralmente no final de semana, não tem ninguém na loja para evitar que o fogo se propague. Então, apesar da importância do extintor e dos demais meios de prevenção que são obrigatórios, nesse caso, é preciso ter uma atenção maior para a manutenção da rede elétrica, para evitar o princípio do incêndio”, acrescentou.

O CBMSE alerta os empresários para o tipo de armazenamento de materiais.  Atualmente Aracaju tem cerca de 40 mil estabelecimentos comerciais registrados, ou seja, a demanda é muito grande para os vistoriantes do Corpo de Bombeiros, por isso que o órgão realizará vistorias em locais pontuados como maior risco. “Isso vai depender do tipo de material que é utilizado nos estabelecimentos, o tamanho da edificação também influencia, como os locais acima de 750 m² que precisam de um sistema maior de prevenção, por exemplo, o sistema de chuveiro automático.” disse o major.