26 de julho de 2023, 12:01

Corpo de Bombeiros continua buscas por adolescentes desaparecidos após afogamento em Aracaju


O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe (CBMSE) continua nesta quarta-feira (26) com os trabalhos de busca por dois adolescentes desaparecidos após um afogamento que aconteceu ontem (25) na orla da Atalaia, em Aracaju. A ocorrência foi registrada por volta das 12h30, na região dos arcos, quando três adolescentes se afogaram. Guarda-vidas do Corpo de Bombeiros resgataram um dos adolescentes e iniciaram as buscas pelos outros dois.

“Nossa equipe que fazia a ronda estava passando pelo local quando visualizou o afogamento. Um dos adolescentes foi resgatado pelos guarda-vidas, em grau 4 de afogamento, com muita espuma, sem pulso radial e inconsciente. Foram realizados os procedimentos de primeiros socorros pela equipe e a vítima retomou a consciência, sendo depois conduzida ao hospital pelo SAMU”, afirmou o tenente Antônio Dória, do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) do Corpo de Bombeiros.

O bombeiro informou que enquanto uma equipe prestava os primeiros socorros ao adolescente resgatado, outros bombeiros iniciaram as buscas pelos dois desaparecidos. “As buscas seguiram até o final do dia, com reforço de duas motos aquáticas. Hoje pela manhã as buscas foram retomadas com cerca de 15 guarda-vidas. As motos aquáticas continuam sendo utilizadas nas buscas na água e veículos nas buscas por terra em toda a extensão da orla”, disse.

Segundo o tenente Dória, é preciso alertar a população sobre os riscos de entrar na água em locais sinalizados pelo Corpo de Bombeiros com bandeiras vermelhas. “São locais com risco de afogamentos. A bandeira indica que num raio de 50 metros é perigoso entrar. O local onde aconteceu esses afogamentos estava sinalizado porque havia o que chamamos de buraco. Visualmente é um local que não tem ondas, que a água fica mais escura. A pessoa entra num local raso e é surpreendida por um local mais profundo, onde há ainda uma correnteza que puxa a vítima”, explicou o bombeiro.

Por: ASCOM/CBMSE
Fotos: Sargento Edmilson