16 de maio de 2023, 11:13

Corpo de Bombeiros encerra 2ª Turma do CHOA 2017


Publicado em 04/10/2017

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) realizou nesta quarta-feira (04), no auditório do quartel do comando geral, em Aracaju/SE, uma solenidade de encerramento da 2ª Turma do Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (CHOA/2017). Iniciado em 25 de maio, o curso foi desenvolvido em três módulos, teve um total de 667 horas/aula e capacitou 28 subtenentes, sendo 22 de Sergipe e 06 pertencentes ao Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas.

A grade curricular do curso foi composta por 25 disciplinas, dentre elas Sistema de Comando de Incidentes, Técnica e Tática de Salvamento, Técnica e Tática de Combate a Incêndio, Intervenção em Emergências com Produtos Perigosos, Atendimento Pré-Hospitalar e Noções Básicas de Operações Aéreas. De acordo com o chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa e Instrução (DEPI) do CBMSE, tenente coronel BM Max Oliveira Meneses, os militares matriculados no curso foram submetidos a avaliações práticas e teóricas e todos foram considerados aprovados por merecimento intelectual.

“Este é um curso pioneiro aqui no estado, pois ele não envolve apenas a parte administrativa da corporação, mas também a sua parte operacional. Afinal, existe uma tendência de os oficiais administrativos assumirem também a função de comandante de socorro. Por isso a importância de direcionar o curso para a parte operacional, incluindo matérias como Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas, Resgate Veicular e Combate a Incêndio”, explica o tenente coronel Max.

Para o subtenente BMSE José Roque Silva Lima, o primeiro colocado no curso, com média final de 9,51, esse tipo de capacitação é importante para o profissional do Corpo de Bombeiros. “Estou há 25 anos na corporação. O curso foi uma oportunidade de vermos coisas novas e rever coisas que vimos lá no início, quando chegamos ao CBMSE. Foi um momento de aprimorar o conhecimento. Aprendemos novas técnicas e conhecemos novos equipamentos que otimizam o nosso trabalho. As matérias também abarcaram a área de comando, de estar à frente da situação e de como lidar com a tropa e com os companheiros”, afirma o aluno do CHOA.

No discurso como orador da turma, o subtenente BMSE José Lino dos Santos Neto, também ressaltou a importância de aperfeiçoamento quanto às técnicas e lembrou das ocorrências em todos esses anos de serviço. “Difícil é lembrar com exatidão de quantos bens alheios salvamos, quantas casas evitamos que fossem totalmente consumidas pelo incontrolável fogo, quantas pessoas impedimos que morressem afogadas, quantas vítimas resgatamos de sinistro veicular, quantas pessoas atendemos em nossas ambulâncias, quantas vidas salvamos. Mais um degrau de sabedoria foi conquistado”.

O comandante geral do CBMSE, coronel BM José Erivaldo Mendes, parabenizou a turma pela conquista e destacou a importância do trabalho em equipe para o desenvolvimento da corporação. “Estou há 90 dias no comando e pude perceber que o curso estava sendo muito bem conduzido. Os concludentes estão habilitados tanto operacionalmente como para ascender ao oficialato do CBMSE. Nesta fase, os subtenentes puderam se desenvolver mais e poderão colaborar para que a corporação cresça. A instituição é maior que todos nós. Em nossa profissão, enfrentamos riscos diários, mas fazemos isso por amor. Porque esta foi nossa escolha”, diz o comandante.