23 de maio de 2023, 10:05

Corpo de Bombeiros participa de simulado de desastre realizado pela Defesa Civil


Publicada em 28/10/2021

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Sergipe (CBMSE) participou na tarde desta quarta-feira (27) de um simulado realizado pela Defesa Civil Estadual na praça de eventos da orla de Atalaia, em Aracaju. O simulado foi de um resgate de vítimas de acidente automobilístico com queda de poste de energia e envolveu diversos órgãos de resposta a desastres.

“Esse simulado é um grande exercício com diferentes instituições envolvidas.  A importância desse exercício está na forma de articulação entre os diferentes órgãos de atuação num cenário como esse. Vemos como uma oportunidade de experimentar uma filosofia de atendimento ordenado que é o Sistema de Comando de Incidentes (SCI). A partir de um cenário organizado, de maneira ordenada cada órgão pode fazer o seu papel institucional”, afirmou o comandante-geral do CBMSE, coronel Alexandre José.

O Corpo de Bombeiros participou do simulado com dezoito militares e quatro viaturas. Além do resgate das vítimas presas às ferragens, a corporação atuou ainda na busca de uma vítima com a atuação do Serviço de Busca e Salvamento com Câes (SBRESC). “Esse treinamento prático é muito importante, além de reunir várias forças, mostra que estamos prontos para quando a população precisar”, afirmou o tenente Alan Adson.

Participaram ainda do simulado Polícia Militar, SAMU, Grupamento Tático Aéreo (GTA), Energisa, HUSE e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).  “Nós chamamos os órgãos de resposta a desastres, porque é preciso haver uma interação entre eles. O objetivo foi entender numa situação real de desastre a ação de cada órgão, o que fazer, quem vai fazer e como vai fazer. A gente verifica por exemplo a importância da ação do bombeiro tanto no resgate quanto na segurança da cena, de quem vai ser socorrido e de quem vai trabalhar no resgate”, afirmou o coordenador da Defesa Civil Estadual, Luciano Queiroz.

O coordenador destacou que foi realizado um curso de Sistema de Comando de Incidentes com representantes das Defesas Civis e que será ampliado para outros órgãos. “A ideia é estar sempre utilizando essa ferramenta gerencial em situação de desastres.  Queremos agradecer a participação de todos os órgãos envolvidos e que nós possamos sempre trabalhar em conjunto. A intenção desse simulado é unir forças”, concluiu.

Por Dinah Menezes
Fotos: Dinah Menezes e Marcos Rodrigues