19 de maio de 2023, 08:57

Presença do Papai Noel, atividades e diversão marcaram o encerramento do Projeto Golfinho 2019


Publicado em 20/12/2019

Na manhã desta sexta (20), encerrou o Projeto Golfinho 2019 do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), que durou três semanas consecutivas, envolvendo atividades recreativas, idas ao Oceanário, mini aulas sobre conscientização relacionadas ao meio ambiente, além de ensinar às crianças como proceder em algumas situações no ambiente aquático, mesmo que eles não possam desempenhar, podem orientar um adulto.

O último dia não poderia ser diferente, tiveram muitas atrações que irão ficar guardadas na memória de cada um dos participantes. O Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), que também participou do último dia do projeto, interagiu com as demais crianças, e ficaram todas encantadas com a chegada do Papai Noel, que trocou as renas pelo helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA), e teve um pouso triunfante na Orla de Atalaia.

O assessor de Comunicação do CBMSE, tenente-coronel Carlos Alves, comenta que o projeto foi bastante complexo em relação a toda a organização, mas no final só fica a gratidão estampada no rosto de cada criança. “Depois de quase 10 anos em que o projeto esteve suspenso, retornamos com grande entusiasmo pois acreditamos na eficiência desse projeto no sentido de promover o desenvolvimento de cidadãos mais conscientes de sua responsabilidade com a sociedade, para si próprio e com meio ambiente. Foram formados, somente este ano, mais de 200 golfinhos que com certeza farão a diferença ao multiplicar os conhecimentos adquiridos durante essas três semanas. Este é nosso compromisso, formar cidadão mais participativo no processo da segurança pública, porque segurança é responsabilidade de todos nós”, diz o assessor.

A fundadora do projeto Oncolegal,Rafaela Macedo, que aborda sobre os direitos dos pacientes com câncer, juntamente com o GAAC e a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/SE), idealizaram um dia de lazer para as crianças que estão submetidas ao tratamento oncológico de espécie e naturezas distintas. O CBMSE abraçou a ideia e acolheu estas crianças no dia do encerramento do Projeto Golfinho, em que todas as crianças puderam interagir e aproveitar todas as atividades desenvolvidas.
“A certeza de saber que estaríamos ajudando a realizar o sonho de crianças que em virtude da situação clínica em que se encontram, e que necessitam por demais de reforços positivos para aumentar a autoestima, participar de ações como esta, mostra um atendimento humanizado e as tornam mais felizes,” diz Rafaela Macedo.

Para Marlon dos Santos, de 12 anos de idade, estudante da escola do Bairro Coroa do Meio, Juscelino Kubitschek, participar do projeto é muito legal, até porque uma das profissões que ele quer exercer, é a de ser bombeiro, seja civil ou militar. “ É a primeira vez que participo de um projeto como esse, e estou gostando muito, pois o que aprendemos aqui vamos levar pra vida toda, ainda mas eu que sonho em ser bombeiro”, termina o garoto todo sorridente.

Ainda abrilhantaram este dia, a equipe do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), uma ação desenvolvida pela Polícia Militar de Sergipe, e a Banda de Música dos bombeiros, que finalizou o evento com maestria.

Por: Flávia Barreto



Site desenvolvido pela Emgetis com software livre - WordPress