9 de maio de 2023, 09:38

Projeto Golfinho leva educação ambiental a crianças e adolescentes através de visita ao Oceanário


Publicado em 08/01/2009

Por
Dinah Menezes

Promover a educação ambiental também é um dos objetivos do Projeto Golfinho 2009, realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), em parceria com a Petrobras. Na manhã desta quinta-feira, dia 8 de janeiro, as crianças e adolescentes da primeira turma do projeto tiveram a oportunidade de visitar o Oceanário de Aracaju, onde puderam ter mais informações e conhecer de perto a vida marinha.

O Oceanário conta com dezoito aquários, sendo cinco de água doce e treze de água salgada, além de quatro tanques. São expostas cerca de 80 espécies entre tartarugas, arraias, tubarões, entre outras, todas encontradas no Estado de Sergipe.

“Aqui as crianças conhecem um pouco da nossa história, do trabalho, têm informações sobre os animais e depois tem a parte de consciência ecológica, que é mostrar os problemas gerados pelos homens que podem levar a uma agressão a esses animais como pesca, lixo, aquecimento global, entre outros. Tudo isso a gente envolve em uma atividade interativa, falando e mostrando, obtendo um resultado bastante positivo”, afirmou o veterinário do Ocenário, Eduardo Melo Nascimento.

A estudante Geysa Vieira, 13 anos, do colégio Florentino Menezes, ficou encantada com os cavalos-marinhos. “Achei muito interessante saber que o macho engravida e não a fêmea”, disse a garota.

Eduardo Melo falou ainda sobre a parceria com o Corpo de Bombeiros. “Para nós é uma grande satisfação estar recebendo essas crianças, divulgar nossas ações e fazer esse trabalho de educação ambiental. Não é o primeiro ano dessa parceria, que tem sido muito interessante não só na parte de educação ambiental como no resgate de animais também”, afirmou.

Golfinho – O projeto, que visa prevenir os afogamentos entre crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos, promove oficinas na praia da Atalaia que começaram no dia 5 de janeiro e vão até o dia 23, com os temas: noções básicas de “Prevenção durante o banho de mar” e “Primeiros Socorros”, com militares do Corpo de Bombeiros; “Meio Ambiente”, com o Instituto Mamíferos Aquáticos; “Higiene Bucal”, com alunos da Universidade Tiradentes; “Drogas”, com a Acadepol; além de visita ao Oceanário e recreação.

São três turmas, uma em cada semana, totalizando 420 participantes da Associação de Amigos da oncologia (AMO), Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Sergipe (Apada-SE), da ONG Criliber, filhos de militares e alunos das escolas Anísio Teixeira (municipal), Florentino Menezes (municipal), José Alves do Nascimento (estadual), da Escola de Ensino Fundamental Roberto Simonsen (SESI) e do Centro de Educação do Ensino Fundamental e Médio do SESI Jair Meneguelli.

Depois das atividades na praia, guarda-vidas do GMAR darão continuidade a esse trabalho de prevenção indo até escolas públicas e particulares. A iniciativa conta com o apoio de instituições como o Banco do Brasil, GBarbosa, Unimed, Sesi e Sociedade Semear.